Notícias

NOVO - GIS MEDIADORES v.X3

i2S Brokers

Chineses ganham peso nos seguros portugueses

30 Novembro

Diogo Cavaleiro

28 de novembro de 2017 às 23:10

O controlo da Lusitania vai passar para um grupo com sede em Xangai, que quer investir em vários sectores. Também a Groupama foi vendida a um grupo estatal chinês.

O grupo segurador do Montepio, em que a Lusitania é a marca mais conhecida, vai passar a ser controlado por mãos chinesas. O acordo foi assinado segunda-feira na China, e segue-se à venda da Groupama a outro grupo chinês, sendo que é também desta geografia o principal accionista da maior companhia seguradora, a Fidelidade.
 

Foi esta segunda-feira, 27 de Novembro, que a mutualista presidida por António Tomás Correia aceitou ceder a posição maioritária na Montepio Seguros, que agrega a Lusitania Seguros, a Lusitania Vida e a N Seguros. Neste momento, a mutualista detém cerca de 90% da "holding" de seguros, estando o restante disperso pelas companhias Lusitania. Só que as participações actuais ficarão diluídas tendo em conta que o acordo com o grupo chinês CEFC prevê a entrada do novo accionista através de um aumento de capital.

A transacção, que vem na sequência do acordo de cooperação estratégica em Setembro passado, ainda terá de passar pelo crivo da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) e do conselho geral da mutualista. A Lusitania não fez comentários e a associação sob o comando de Tomás Correia defende que "está e vai continuar a desenvolver actividade na área seguradora". "Decidiu a abertura de capital a outros parceiros", diz apenas.

 

Solicitar o envio

Nota: Por favor, use apenas emails corporativos. Emails Gmail, Yahoo e Hotmail poderão não ser respondidos, precisando registar-se novamente.

Registo

Já têm uma conta?

Login

Ainda não tem conta? Registe-se